No dia-a-dia

1 – Prepare lista de tarefas.

Uma boa tática para aliviar a sensação de sobrecarga é relacionar metas a cumprir, segundo a consultora americana de gerenciamento Ann McGee-Cooper. “Uma lista de tarefas torna tangível o intangível”, diz. Ela sugere que você faça duas listas, uma para o dia e outra para a semana, seguindo a regra “o pior vem primeiro”. Selecione os itens mais chatos e execute-os antes. Mergulhe fundo, como numa piscina fria, e tire os problemas da frente.

2 – Cole no cara engraçado do escritório.

Sabe aquele colega que adora fazer graça e conta as melhores piadas? Faça dele seu companheiro das manhãs de segunda. Interagir com pessoas divertidas e extrovertidas ajuda a aliviar o desânimo.

3 – Tome um suco (cai bem no meio daquela tarde em que bate a preguiça)

Suco Salada de Fruta

Ingredientes: 2 fatias grossas (3 cm de espessura) de abacaxi; 3 talos de 8 cm (de comprimento) de brócolis sem flor; 4 folhas de hortelã; 1 copo (200 ml) de água.

Receita: descasque os talos de brócolis até que reste apenas o miolo deles. Junte-os aos outros ingredientes no liquidificador e bata por 3 minutos. Coe e sirva com gelo.

Sabor: o gosto de brócolis é imperceptível ao paladar e você ingere as vantagens do vegetal. A gente garante: nós, da equipe MH, bolamos e (a)provamos a receita!

Benefício: os brócolis, principalmente os talos deles, são grande fonte de sulforafano, substância capaz de conter a proliferação de células cancerígenas e o crescimento de tumores em geral, revelou uma pesquisa da Universidade de Illinois (EUA). “Abacaxi possui triptofano, componente que favorece o bom humor por ser precursor de serotonina”, explica Maristela.

No treino

4 – Inscreva-se numa prova

“É uma maneira de estabelecer um objetivo e inspirá-lo a treinar ainda mais”, explica Roberto Reis Calabrese, coordenador de musculação da academia Competition, de São Paulo. Adote a meta de participar de uma prova de corrida curta e cobre-se melhorar seu condicionamento, o tempo ou outra marca. Peça ajuda a seu médico ou instrutor para descobrir qual o nível de evento que você está apto a participar. Ninguém quer que você sofra uma lesão e saia da pista na maca!

5 – Arranje companhia

Malhe com colegas que cobrem uma justificativa caso você não apareça na academia. “Mas não deposite no outro a responsabilidade por você. Se ele desistir ou mudar de horário, você corre o risco de desanimar também”, diz Mauro Caudaci, coordenador de musculação da Fórmula Academia, de São Paulo. Escolha alguém com quem não tenha muita intimidade: amigos próximos e familiares nem sempre são as melhores escolhas. “Pessoas muito íntimas tendem a ser condescendentes com seus dias de preguiça”, alerta Jacqueline Wagner, treinadora baseada em Nova York (EUA).

6 – Pense na gordura

Seu corpo acumula e queima gordura ao mesmo tempo, mas o armazenamento acontece muito mais rapidamente do que a eliminação. “O pensamento de que você engorda mais rápido que emagrece poderá deixá-lo mais alerta em relação a seu corpo. Você vai ficar mais consciente das desvantagens causadas pelo exagero na alimentação e pela falta de atividade física regular”, afirma o treinador americano Alwyn Cosgrove.

7 – Entre na rede

Faça parte de uma comunidade virtual voltada ao esporte, à perda de peso ou ao condicionamento físico. Você poderá trocar ideias com outros internautas, receber dicas, saber as novidades e até participar de encontros esportivos. A maioria das academias tem suas comunidades em sites de relacionamento. Descubra se a sua também dispõe de uma. Caso contrário, inaugure uma e seja o moderador da nova comunidade.

Na dieta

8 – Diminua o diâmetro do prato

Você não apenas se serve de menos comida. Os pesquisadores de Cornell também descobriram que, quanto maior o tamanho do prato onde os salgadinhos estão expostos, maior a tentação que exercem.

Na saúde

9 – Vá ao médico de uma vez

Existem dois bons motivos para motivá-lo a procurar um clínico-geral. Primeiro: não há nada de errado com você. Portanto, pare de ser covarde. Mas se você se sente bem, por que deveria ir ao médico? Porque ele vai avaliar sua pressão sanguínea, o nível de colesterol, fazer um eletrocardiograma e, dependendo de sua idade e histórico familiar, pedir alguns exames preventivos. Segundo: se tudo estiver bem, você vai ser liberado para voltar lá só daqui a cinco anos (se estiver na faixa dos 20), três (se estiver na casa dos 30) ou dois (se já for quarentão). Uma vantagem extra é conhecer o médico e ter alguém de confiança a quem recorrer numa emergência.

No sexo

10 – Passe mais tempo ao lado dela

Planeje um jantar romântico com o mesmo cuidado que você dedica aos relatórios e compromissos de trabalho. “Um erro clássico dos homens superocupados é aplicar todo seu senso de organização na carreira e descuidar da agenda pessoal”, salienta Julie Morgenstern, especialista americana em gerenciamento de tempo. Pode parecer que uma coisa não tem a ver com a outra, mas a excelência de sua performance no trabalho depende em grande parte do modo como recarrega as energias em casa. Colocar sua companheira no topo da lista de prioridades até faz bem para a saúde: estudos mostram que os momentos de intimidade vividos ao lado de sua esposa ou namorada aliviam o estresse e baixam a pressão sanguínea. Encaixe na rotina diária um tempinho para compartilhar com ela alguma atividade – mesmo que seja uma caminhada pelo bairro logo cedo. “Se tiver que passar uma segunda à noite numa reunião até altas horas, você sentirá menos culpa”, conclui Julie.

11 – Prolongue seu prazer

Primeiro, caia na real. Você sofreu anos de lavagem cerebral comparando seu desempenho ao dos atores dos filmes pornô, que ficam horas em ação. As pesquisas, entretanto, mostram que a maioria dos homens aguenta segurar a ejaculação entre cinco e dez minutos após a penetração. Comemore então: sua performance está na média. Se ela não tem sido brilhante, porém, experimente as táticas que o terapeuta sexual americano Brian Zamboni propõe para assumir o controle da situação (e isso significa não virar para o lado e dormir). Muitos homens resistem bem mais no segundo tempo, mas você também pode melhorar seu primeiro tempo. Confira ao lado as dicas de Zamboni.

12 – Convença sua parceira de que ela é o máximo no sexo – e ela será.

Faça elogios impublicáveis enquanto ela se veste… Quem sabe ela muda de idéia e tira a roupa?