Enquete feita com 227 mulheres no site da revista NOVA entre 8 e 19 de março revelou para os homens da Men’s Health quais os desejos ocultos que elas guardam.

2º lugar – MULHER-ARANHA

Musculatura trabalhada - Inferior das pernas e glúteos, como no exercício elevação de panturrilha.
Passo a passo - Ela apoia na parede os dois braços erguidos para cima e uma canela – isso: uma das pernas fica dobrada. Penetre-a por trás. Se quiser movimentos mais vigorosos, segure a garota pela coxa para conseguir mais equilíbrio e força. Se preferir, use a mão livre para estimular clitóris, seios e bunda.
O barato - “A posição pode ser feita em qualquer canto com parede”, diz Carla Cecarello, sexóloga de São Paulo e fundadora da Associação Brasileira de Sexualidade. É uma boa para rapidinhas em lugares sem cama.

3º lugar – CHAVE DE COXA

Musculatura trabalhada - Bíceps, antebraços e abdome, os mesmos músculos recrutados quando você executa abdominal reto no treino de musculação.
Passo a passo - A garota apoia as costas sobre uma mesa, ou um balcão, da altura da sua cintura. Então, ela entrelaça as pernas no seu quadril – sim, você fica de pé bem à frente da parceira. Ao penetrá-la, segure firme na cintura dela para se movimentar com maior equilíbrio e com a força que vocês quiserem experimentar. Varie e escolha o melhor ritmo junto com ela.
O barato - A chave de coxa proporciona penetração profunda. Bom para os dois!

4º lugar – ESPADA

Musculatura trabalhada - Ombros e abdome, como na elevação de pernas.
Passo a passo - Ela deita as costas, você fica em pé à frente. Com as pernas estendidas, a parceira apoia os calcanhares no seu peito e você a penetra. Leve os tornozelos dela em direção à cabeça – mas respeite o limite. Vocês podem deixar os joelhos dela inclinarem para um lado ou outro e mudar o estímulo.
O barato - Proporciona penetração profunda e é legal para sexo anal. “Muita mulher não gosta de fazê-lo `de quatro¿ por se sentir vulgarizada”, diz Walkíria Fernandes, psicóloga de Belo Horizonte. Na espada, ela tem contato visual com você.

CARRINHO DE MÃO

Musculatura trabalhada - Tríceps, abdome e lombar, como no exercício levantamento terra que você faz na academia.
Passo a passo - De pé, apoie suas costas na parede para facilitar o equilíbrio. Pegue a garota no colo, segurando na bunda dela, e peça para que envolva seu quadril com as pernas. Então, ajude a parceira a descer o tronco para trás até que possa apoiar as mãos no chão. O tesão “Tanto malabarismo oferece penetração bastante profunda”, afirma Carla.

5º lugar – TESOURA LATERAL

Musculatura trabalhada - Glúteos, isquiotibiais, abdome e antebraços, como na flexão de joelhos na bola suíça.
Passo a passo - Vocês deitam de lado. A garota entrelaça seu quadril com a perna de cima.
O barato - “Apesar de vocês terem pouca mobilidade nos quadris, você fica com uma mão livre para estimular mais pontos de prazer da mulher e ajuda-a a chegar mais rapidamente ao orgasmo”, diz Walkíria. Acaricie o clitóris, massageie os seios, dê leves beliscos nos mamilos e beijos intensos no pescoço. É infalível.

6º lugar – CACHORRO EM PÉ

Musculatura trabalhada - Glúteos, adutores das coxas e abdome, como no levantamento de perna.
Passo a passo - Vocês começam a transar na posição “de quatro”. Depois, você leva seu quadril para trás até apoiar a bunda nos calcanhares enquanto puxa a garota para ajudá-la a fazer o mesmo movimento. As pernas dela ficam unidas entre as suas. Você pode puxar a parceira para a frente e para trás e/ou ela pode rebolar sobre você.
O barato - “É uma variação da posição “quatro apoios” em que o casal fica com os corpos mais próximos. É uma variação mais carinhosa”, aponta Carla.

MASSAGISTA

Musculatura trabalhada – Antebraços e flexores do punho, como na flexão de punho do seu treino.
Passo a passo - Você fica deitado e ela senta no seu colo, de costas para você. Dobre os joelhos de forma que a parceira possa se inclinar para a frente e apoiar o peito nas suas pernas.
O barato - Você ganha fácil acesso ao períneo dela (é aquela pequena área entre a vagina e o ânus). Acaricie a região gentilmente e com dois dedos molhados (assim, você reduz o atrito e não causa incômodos). O períneo é uma potente zona erógena, região do corpo recheada de terminações nervosas. Ou seja, dá muito prazer a ela.

7º lugar – MEDUSA

Musculatura trabalhada - Bíceps e adutores das coxas, como quando você faz o exercício remada sentado no aparelho da academia.
Passo a passo - Você fica ajoelhado e a parceira senta no seu colo, de frente. Você pode segurar a garota pela bunda enquanto ela abraça suas costas, faz carinhos e massagens ali. Afastem e aproximem os troncos, mexendo bastante os quadris. Os seios dela roçam no seu peito… Vá imaginando – e pratique com sua musa.
O barato - “A posição medusa favorece o estímulo do pênis no colo do útero da garota. Isso pode resultar em orgasmos potentes”, explica Carla.

8º lugar – BALANÇA

Musculatura trabalhada - Core e isquiotibiais, como no exercício prancha.
Passo a passo - Deite as costas na cama e apoie os pés no chão. Seus joelhos fazem um ângulo de 90 graus. Entre eles, a garota senta no seu colo, de costas para você. Segure a parceira pelo quadril e a ajude a se movimentar para a frente e para trás. Ou a rebolar.
O barato - Com as mãos livres, a garota pode se masturbar durante sua penetração. Você tem uma visão privilegiada da bunda dela e pode ajudá-la a controlar o ritmo da movimentação.

CAVALEIRO

Musculatura trabalhada - Core e quadríceps, como no agachamento sobre o bosu.
Passo a passo - Comecem no papai e mamãe. Depois, a parceira fecha as pernas enquanto você posiciona os joelhos ao lado das costelas dela e apoia as mãos na cama. Peça à garota para fazer força para dentro com os músculos das coxas. Isso ajuda seu amigão a não escapar e pressiona um pouco sua glande – o que, você bem sabe, provoca mais atrito e turbina o tesão.
O barato - “Você também estimula o clitóris dela com seu pubis, o que incentiva ainda mais o orgasmo”, explica Carla.

9º lugar – PRENSA

Musculatura trabalhada - Abdome e flexores do quadril, como no levantamento de perna.
Passo a passo - A parceira deita e traz os joelhos para perto dos seios. Ajoelhe-se diante dela, fale para a garota apoiar os pés no seu peito e deslize para dentro.
O barato - “A parte dianteira superior da vagina fica bem acessível ao pênis”, explica Walkíria. Ou seja, o ponto G é facilmente alcançado pelo seu amigão.

10º lugar – BORBOLETA

Musculatura trabalhada - Isquiotibiais, quadríceps e glúteos, como no afundo isométrico do treino.
Passo a passo - Deite e apoie um pé. A garota senta no seu colo, de costas, e segura em seu joelho – o apoio dá maior precisão para mexer o quadril. Inclinando-se à frente, ela empina a bunda e ganha penetração mais profunda.
O barato - “É outra alternativa para ter visão privilegiada do bumbum, enquanto ela dita o ritmo”, diz Walkíria.

* Enquete feita com 227 mulheres no site da revista NOVA entre 8 e 19 de março