SEU DESAFIO É DOMINAR A ARTE DO ORGASMO EM 15 MINUTOS, transformando as preliminares ou a rapidinha no sexo mais excitante que sua garota já experimentou. Pode acreditar, isso é possível. Sexólogos do Instituto Kinsey, nos Estados Unidos, dizem que a mulher pode ter um grande orgasmo entre dez e 20 minutos de sexo. Para isso, vale usar aquela sua malícia para preparar o terreno do sucesso da sua empreitada. Presenteie sua mulher com uma lingerie bem sexy e ela vai entender o sinal. Convide-a para jantar ou dançar e aproveite o clima para oferecer um drinque, por exemplo. Esse pode ser o primeiro passo para você deixá-la mais do que receptiva ao sexo: um estudo da Universidade de Florença, na Itália, revelou que as mulheres que bebem 1 ou 2 copos de vinho tinto ficam mais excitadas. Depois da bebida, é só acionar o cronômetro. Não esqueça o brinde!

Faltam 15 minutos

Invista no boca a boca

Gaste pelo menos três minutos, do seu total de 15, em beijos. Estudos da Faculdade Lafayette (EUA) revelaram que beijar reduz o nível de cortisol – hormônio do estresse –, acelerando o tempo que leva para vocês ficarem excitados. “Semelhante à mucosa do pênis e à do clitóris, a pele dos lábios é sensível. E o beijo informa o cérebro sobre as sensações percebidas devido à grande vascularização nessa região”, explica o sexólogo Amaury Mendes Junior, da Sociedade Brasileira de Estudos em Sexualidade Humana. Mas não beije apenas a boca. William Cane, autor de The Art of Kissing (A Arte de Beijar, sem tradução para o português), fez uma pesquisa com 50 mil mulheres e 96% escolheram um beijinho no pescoço como o aquecimento perfeito. Aproveite que o calor está aumentando e, a cada beijo, tire uma peça de roupa dela. Isso já ajuda você a ganhar alguns minutos, porque o tempo está correndo! Dedique uns segundinhos ainda às palavras, elogiando o corpo da sua parceira. Mas nada muito extenso. O que vale mesmo é a forma como se diz aquilo que se fala. “Elogios verdadeiramente eróticos sobre o corpo são somatórios para um sexo melhor, facilitando o gozo”, diz Amaury Mendes. Um estudo da Universidade de Cincinnati, nos Estados Unidos, revelou que quando a mulher se sente bem nua, demora menos tempo para gozar. Não vá direto ao ponto. Todas as mulheres adoram ser estimuladas antes da penetração. Elas não resistem aos homens que sabem usar bem as mãos

Faltam 12 minutos

Provoque

Deixe sua garota apenas de lingerie e segure a onda. Passe a mão e faça carícias por cima do tecido em vez de atingir direto a mira. Concentre-se em criar expectativa e não em ir, sem rodeios, à estimulação direta. “Ao contrário dos homens, que têm certa pressa com a penetração, as mulheres precisam desse tempinho extra para se excitar. Dedique-se a ele”, diz o psicoterapeuta sexual Alessandro Ezabella, de São Paulo. Até porque sentir-se pressionada pela pressa pode levar a mulher à ansiedade e impedi-la de alcançar o orgasmo. Aja como se você tivesse todo o tempo do mundo. Então, comece a tirar lentamente a lingerie dela. Antes da penetração, ainda deslize os dedos em movimentos lentos e circulares na entrada da vagina. “Muitas mulheres precisam que esse estímulo se concentre no terço externo do canal vaginal, onde o ponto G e o clitóris podem ser alcançados”, diz Emma Taylor, coautora de livros como Sex: How to Do Everything (Sexo: Como Fazer Tudo) e Sex Etiquette for Ladies and Gentlemen (Etiqueta Sexual para Mulheres e Homens). “As mulheres amam homens que sabem usar bem as mãos”, atesta. E, claro, não esqueça de lançar mão do preservativo. Dica: escolha um que tenha cheiro de morango. Isso deixará sua parceira excitada e mais sensível. Pesquisa da Associação Americana de Ciências da Recepção Química revelou que o cheiro de morango aguça os sentidos e deixa a mulher predisposta ao sexo.

Faltam 10 minutos

Falem a mesma língua

Segundo sexólogos do Instituto Masters & Johnson, nos Estados Unidos, o sexo oral é o caminho mais certeiro para o orgasmo. Os especialistas dizem que 80% das mulheres não resistem a essa tentação. Por isso, nem pense em pular essa fase, que é fundamental para ajudar sua garota a chegar lá. E esse é seu objetivo, certo? Lou Paget, autora do livro The Big O (O Grande O, sem tradução para o português), recomenda o Método Kivin como a forma mais rápida e eficiente de a mulher ter um orgasmo. Do que se trata? “Com uma mão, puxe delicadamente o capuz do clitóris. Então lamba de um lado para o outro, um pouco acima da região.” Ponha um dedo da outra mão sobre o períneo (a área abaixo da abertura vaginal). Vale gastar alguns minutos por aí. Rapidinho você vai perceber as contrações pré-orgásticas da sua garota e, então, saberá que está no lugar certo.

A transa segundo a academia

A ciência atesta: 15 minutos é a duração ideal do rala e rola com ela

Pode apostar, esse é o tempo certo para fazê-la alcançar o auge do prazer. Um estudo realizado com membros da Sociedade de Terapia Sexual e Pesquisa, dos Estados Unidos, publicado no Journal of Sexual Medicine (EUA), revelou que homens e mulheres gostariam que a relação sexual se prolongasse por duas vezes mais tempo do que geralmente ela dura – de três a sete minutos. Ou seja, eles preferem que a transa leve entre sete e 15 minutos. Exatamente como o cronômetro desta reportagem da MEN’S HEALTH marca. O orgasmo é consequência de um bom trabalho feito nesse período.

Faltam 7 minutos

Prepare o terreno

Os orgasmos não se limitam às preliminares caprichadas. Um estudo recente publicado no periódico Journal of Sexual Medicine (EUA) revelou que a regularidade dos orgasmos tem mais a ver com a duração da relação sexual do que com a duração das preliminares. Outra pesquisa da mesma publicação registrou que o tempo médio que a mulher leva para chegar ao clímax depois da penetração é de sete minutos. Isso faz com que você esteja exatamente no momento ideal para preparar (com muito cuidado) o terreno, rumo à fase final. Sempre é bom lembrar: o clitóris é muito sensível ao toque e pode proporcionar grande prazer à mulher.

“Só que, devido à sua localização na região mais externa da vagina, ele é pouco estimulado pelo pênis durante a penetração. Mas tanto o homem como a mulher podem estimulá-lo no momento da penetração”, diz o psicoterapeuta Alessandro Ezabella. As posições mais favoráveis são aquelas que permitem a um dos parceiros manipular o clitóris com a mão ou ainda usar outros objetos que façam parte da intimidade do casal.

“Por cima a mulher tem contato mais fácil com o clitóris, podendo estimulá-lo com mais liberdade, além de ditar o ritmo da penetração”, explica Alessandro. Você pode apostar ainda na clássica “papai e mamãe”. Comece os movimentos e depois recue, de forma que a parte de baixo do seu pênis descanse sobre o clitóris dela. Faça movimentos suaves, em vez de penetrar. Ele massageia delicadamente o clitóris da sua garota, estimulando. O orgasmo não se limita a preliminares. Sete minutos é o tempo médio que a mulher leva para chegar ao clímax depois da penetração

Falta 1 minuto

Mantenha o bom trabalho

A esta altura sua garota já está se contorcendo entre os lençóis. Mas não caia no erro de pensar que você precisa de um truque final para obter o resultado. “As mulheres detestam o excesso de agitação e mudanças de técnicas”, diz Joni Frater, autora do livro Love Her Right (Ame-a Certo, sem tradução para o português). “Isso nos dispersa e faz a nossa excitação voltar aos estágios iniciais.” Cara, você não deseja começar tudo de novo bem no momento em que está prestes a chegar ao final, certo? “Quando fizer algo que desperte uma reação positiva, continue fazendo, exatamente na mesma velocidade e pressão”, orienta Frater. Lembrou-se de uma nova técnica? Guarde para a próxima! Você acabou de proporcionar um orgasmo preciso à sua garota – exatos 15 minutos. Isso é algo que ela vai querer de novo em muito pouco tempo. Aproveite a pausa para respirar e se prepare para marcar o tempo, mais uma vez.